3 de ago de 2011

VIncere: Ida Dalser, a mulher esquecida de Mussolini


A historiografia oficial fez o possível e até o impossível para esquecer Ida Dalser e apagá-la da história, mas é uma trama tão expressiva do que ocorreu na Itália, sob o Fascismo, que seu fantasma voltou pra assombrar na forma da mulher esquecida e renegada por Mussolini. Neste novo filme de Marco Bellocchio, ele volta a um evento histórico da Itália para falar do discurso político de modo geral. Qualquer semelhança com regentes correntes da Itália, chegada a histrionices e a contar vantagem na cama, não é só coincidência. Vincere fala sobre Mussolini, fala sobre Berlusconi, e serve para a política de modo geral. 

 A Ida Dalser do filme, interpretada elegantemente pela atriz Vittoria Mezzogiorno







Ida Dalser em retratos da época


 O ditador e a máquina fascista que destruía o indivíduo e que acabou com a vida da jovem Ida.


 Uma das cenas mais lindas do filme, em que Ida á anos já internada no manicômio pelo regime fascista a mando dos eu ex-amante e segundo ela marido, observa a neve de natal pelas grades do Hospital Psiquiático.



Nenhum comentário:

Postar um comentário